L013

 

CANÇÕES DA TERRA DISTANTE

1994 - Assírio & Alvim

 

Para trás,

ele empurra para trás as árvores, os canteiros

que davam as hastes do amor.

Que tudo se dissolva no ar, pensa ele.

Que, sem ruído, se afastem os temporais.

Porque a tempestade é sempre este jogo, estes

barcos quebrados, e eu estou só.


 

Voltar1